• SAIU NA MÍDIA

    Visita no stand do Programa Centelha/FAPEAM..., Confira!!!

  • Informação

    Desenvolvedora e Idealizadora do App Marai, tecnologia socioambiental.

  • Pesquisa

    EM BREVE, SOBRE A ADAPTAÇÃO DO BRASIL

  • Educação Ambiental

    Conscientização da Educação Ambiental no Ensino Médio

  • quinta-feira, 17 de março de 2022

    O Projeto Legado 2022 começou! 

    No dia 17 de março, as iniciativas selecionadas tiveram a primeira capacitação e participaram de uma live para apresentar o trabalho que estão desenvolvendo em diferentes regiões do país. Nesta edição, metade das vagas foram destinadas para projetos de impacto da Amazônia e da Mata Atlântica. As 40 organizações selecionadas são de 13 estados e do Distrito Federal.  

    As inscrições para a 10ª edição do Projeto Legado foram até o mês de fevereiro e agora começa a fase prática. Nesta etapa, os projetos, negócios ou Organização da Sociedade Civil (OSC) selecionadas passarão por um período de aceleração, onde irão desenvolver um projeto de expansão de impacto. Ao final das mentorias, os melhores projetos participarão do Prêmio Legado e terão a chance de receber o investimento de R$ 10 mil para investir em expansão de impacto.


    Glaucia Marins e James Marins
    O evento de apresentação foi transmitido no canal do Instituto Legado no YouTube e contou com a participação de representantes de cada iniciativa selecionada, além do presidente do Legado, James Marins, a vice-presidente, Glaucia Marins, e a facilitadora de impacto Ágatha Rocha. James iniciou dando boas-vindas aos representantes e explicou sobre as dimensões do DNA do empreendedor social.



    “É preciso pensar nas dimensões do DNA do empreendedor social, ou seja, olhar para si mesmo e avaliar a intensidade do seu propósito. Avaliar a sua capacidade de inovação e sua atitude, que é sua capacidade psicológica. Esses três pilares serão desenvolvidos aqui. Do ponto de vista das ações, temos sempre que enxergar os três pontos de vista: da inclusão, da diversidade e da ecologia – um capítulo muito especial esse ano no Projeto Legado”, destacou James Marins.

     

    Iniciativas de 32 cidades foram selecionadas


    Nesta edição do Projeto Legado, além das vagas destinadas exclusivamente a projetos da Amazônia e Mata Atlântica, módulos focados exclusivamente na contribuição ambiental serão inaugurados. A necessidade de contribuir com o meio ambiente se dá em todos os âmbitos, inclusive nas iniciativas sociais. A causa que mais conta com iniciativas em 2022 é o meio ambiente, 11 organizações estão focadas nesse tema. Logo em seguida vem a educação, com oito, e assistência social, com seis.   



    A CHEMICAL ESTÁ ENTRE AS INICIATIVAS SELECIONADAS NO PROJETO LEGADO AMAZÔNIA.

    O estado de São Paulo possui dez das 41 iniciativas selecionadas, o Paraná fica em segundo lugar, com oito, e em terceiro vem o Pará, com cinco.


    Pitches de apresentação do Projeto Legado 2022

    Os representantes das iniciativas tiveram um minuto e meio para se apresentarem e explicarem seus projetos. “Ser selecionado dentre mais de 100 iniciativas incríveis, só nos faz perceber que estamos no caminho certo. Fazer parte do ecossistema de impacto do programa, com todo o desenvolvimento que nos será ofertado nesses próximos meses já nos transformou bastante”, comemora o empreendedor social Thiago Teles, da Drive Thru Ambiental. 

    Ficou interessado em saber quais iniciativas foram selecionadas? Confira as organizações aqui  com os detalhes sobre cada uma delas. Caso queira assistir a live na íntegra, clique aqui e confira como foi a noite de abertura.


    Fonte: Instituto Legado

    Projeto da Chemical foi selecionado no Projeto Legado 2022 na 10ª edição !

    Postado As:  quinta-feira, março 17, 2022  |  Em:    |  Mais informações »

    O Projeto Legado 2022 começou! 

    No dia 17 de março, as iniciativas selecionadas tiveram a primeira capacitação e participaram de uma live para apresentar o trabalho que estão desenvolvendo em diferentes regiões do país. Nesta edição, metade das vagas foram destinadas para projetos de impacto da Amazônia e da Mata Atlântica. As 40 organizações selecionadas são de 13 estados e do Distrito Federal.  

    As inscrições para a 10ª edição do Projeto Legado foram até o mês de fevereiro e agora começa a fase prática. Nesta etapa, os projetos, negócios ou Organização da Sociedade Civil (OSC) selecionadas passarão por um período de aceleração, onde irão desenvolver um projeto de expansão de impacto. Ao final das mentorias, os melhores projetos participarão do Prêmio Legado e terão a chance de receber o investimento de R$ 10 mil para investir em expansão de impacto.


    Glaucia Marins e James Marins
    O evento de apresentação foi transmitido no canal do Instituto Legado no YouTube e contou com a participação de representantes de cada iniciativa selecionada, além do presidente do Legado, James Marins, a vice-presidente, Glaucia Marins, e a facilitadora de impacto Ágatha Rocha. James iniciou dando boas-vindas aos representantes e explicou sobre as dimensões do DNA do empreendedor social.



    “É preciso pensar nas dimensões do DNA do empreendedor social, ou seja, olhar para si mesmo e avaliar a intensidade do seu propósito. Avaliar a sua capacidade de inovação e sua atitude, que é sua capacidade psicológica. Esses três pilares serão desenvolvidos aqui. Do ponto de vista das ações, temos sempre que enxergar os três pontos de vista: da inclusão, da diversidade e da ecologia – um capítulo muito especial esse ano no Projeto Legado”, destacou James Marins.

     

    Iniciativas de 32 cidades foram selecionadas


    Nesta edição do Projeto Legado, além das vagas destinadas exclusivamente a projetos da Amazônia e Mata Atlântica, módulos focados exclusivamente na contribuição ambiental serão inaugurados. A necessidade de contribuir com o meio ambiente se dá em todos os âmbitos, inclusive nas iniciativas sociais. A causa que mais conta com iniciativas em 2022 é o meio ambiente, 11 organizações estão focadas nesse tema. Logo em seguida vem a educação, com oito, e assistência social, com seis.   



    A CHEMICAL ESTÁ ENTRE AS INICIATIVAS SELECIONADAS NO PROJETO LEGADO AMAZÔNIA.

    O estado de São Paulo possui dez das 41 iniciativas selecionadas, o Paraná fica em segundo lugar, com oito, e em terceiro vem o Pará, com cinco.


    Pitches de apresentação do Projeto Legado 2022

    Os representantes das iniciativas tiveram um minuto e meio para se apresentarem e explicarem seus projetos. “Ser selecionado dentre mais de 100 iniciativas incríveis, só nos faz perceber que estamos no caminho certo. Fazer parte do ecossistema de impacto do programa, com todo o desenvolvimento que nos será ofertado nesses próximos meses já nos transformou bastante”, comemora o empreendedor social Thiago Teles, da Drive Thru Ambiental. 

    Ficou interessado em saber quais iniciativas foram selecionadas? Confira as organizações aqui  com os detalhes sobre cada uma delas. Caso queira assistir a live na íntegra, clique aqui e confira como foi a noite de abertura.


    Fonte: Instituto Legado

    sábado, 11 de dezembro de 2021

    Elaine Pires, Coordenadora do Projeto e CEO
    Teve a exposição do Programa Centelha 2 Amazonas/Finep, na feira do Polo Digital de Manaus. E entre os visitantes que prestigiaram o stand do Programa Centelha 2 Amazonas/FAPEAM, durante a Feira do Polo Digital de Manaus, estava a coordenadora do projeto “Desenvolvimento de Adaptador de Sensores para o APP Marai”, Elaine Pires de Freitas. Segundo a pesquisadora, a ferramenta tem o objetivo de mensurar a qualidade da água.


    “O papel e a importância do apoio ofertado pelo Governo do Estado serve de estímulo a outras ideias inovadoras. Vejo isso como uma possibilidade de gerar uma economia mais verde para o estado. O objetivo de todo esse trabalho é o desenvolvimento sustentável da Amazônia,” finalizou Elaine (CEO da Chemical).


    Fonte: FAPEAM

    Saiu na mídia - FAPEAM - Programa Centelha

    Postado As:  sábado, dezembro 11, 2021  |  Em:    |  Mais informações »

    Elaine Pires, Coordenadora do Projeto e CEO
    Teve a exposição do Programa Centelha 2 Amazonas/Finep, na feira do Polo Digital de Manaus. E entre os visitantes que prestigiaram o stand do Programa Centelha 2 Amazonas/FAPEAM, durante a Feira do Polo Digital de Manaus, estava a coordenadora do projeto “Desenvolvimento de Adaptador de Sensores para o APP Marai”, Elaine Pires de Freitas. Segundo a pesquisadora, a ferramenta tem o objetivo de mensurar a qualidade da água.


    “O papel e a importância do apoio ofertado pelo Governo do Estado serve de estímulo a outras ideias inovadoras. Vejo isso como uma possibilidade de gerar uma economia mais verde para o estado. O objetivo de todo esse trabalho é o desenvolvimento sustentável da Amazônia,” finalizou Elaine (CEO da Chemical).


    Fonte: FAPEAM

    quarta-feira, 22 de setembro de 2021

     

    Evento de Boas vindas e entrega da chave da sala. 


    Participamos do processo seletivo de startup do Programa Ocean Launch, em agosto de 2021, e fomos uma das 3 startup selecionadas, para ficar pré-incubados e recebendo mentorias/capacitações, e com espaço/sala.


    As startups recebidas para o Ocean Launch foram: Chemical e Vitrine de Bolso, que receberam as chaves aleatoriamente por meio de sorteio para adentrar as novas salas, além de kits especiais para o começo das atividades presenciais. Todas as startups foram recepcionadas pelas já residentes da primeira seleção do programa Ocean Launch.

                                                                                              
    Ainda no evento, o coordenador do Ocean Manaus, Silvio Marques, o vice-reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Cleto Leal, e o professor do Ocean Ramdas Lopes falaram sobre o papel do Ocean no apoio ao desenvolvimento das startups e a importância do programa no ecossistema empreendedor da Região Norte.

    Sobre o programa:


    O Ocean Launch foi idealizado para abrigar startups presencialmente em Manaus (AM) e oferecer suporte e capacitação no desenvolvimento de projetos que já possuem seu Mínimo Produto Viável (MVP) validado.

    Cada startup recebe seis meses de treinamento, mentorias e palestras com professores do Ocean e convidados especialistas para que desenvolver seu projeto de base tecnológica. O Ocean Launch é um programa de caráter contínuo, ou seja, não tem prazo para finalizar a incubação de startups.

     
    Para participar do Samsung Ocean Launch, os interessados devem ler o edital do programa e preencher o formulário de inscrição. Além disso, todas as informações sobre o Ocean Launch estão disponíveis no link https://oceanbrasil.com/ocean-launch/.


    Fonte: Ocean




    Fonte: OCEAN CENTER

    Selecionados no Programa Ocean Launch, em 2021.

    Postado As:  quarta-feira, setembro 22, 2021  |  Em:    |  Mais informações »

     

    Evento de Boas vindas e entrega da chave da sala. 


    Participamos do processo seletivo de startup do Programa Ocean Launch, em agosto de 2021, e fomos uma das 3 startup selecionadas, para ficar pré-incubados e recebendo mentorias/capacitações, e com espaço/sala.


    As startups recebidas para o Ocean Launch foram: Chemical e Vitrine de Bolso, que receberam as chaves aleatoriamente por meio de sorteio para adentrar as novas salas, além de kits especiais para o começo das atividades presenciais. Todas as startups foram recepcionadas pelas já residentes da primeira seleção do programa Ocean Launch.

                                                                                              
    Ainda no evento, o coordenador do Ocean Manaus, Silvio Marques, o vice-reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Cleto Leal, e o professor do Ocean Ramdas Lopes falaram sobre o papel do Ocean no apoio ao desenvolvimento das startups e a importância do programa no ecossistema empreendedor da Região Norte.

    Sobre o programa:


    O Ocean Launch foi idealizado para abrigar startups presencialmente em Manaus (AM) e oferecer suporte e capacitação no desenvolvimento de projetos que já possuem seu Mínimo Produto Viável (MVP) validado.

    Cada startup recebe seis meses de treinamento, mentorias e palestras com professores do Ocean e convidados especialistas para que desenvolver seu projeto de base tecnológica. O Ocean Launch é um programa de caráter contínuo, ou seja, não tem prazo para finalizar a incubação de startups.

     
    Para participar do Samsung Ocean Launch, os interessados devem ler o edital do programa e preencher o formulário de inscrição. Além disso, todas as informações sobre o Ocean Launch estão disponíveis no link https://oceanbrasil.com/ocean-launch/.


    Fonte: Ocean




    Fonte: OCEAN CENTER

    terça-feira, 15 de dezembro de 2020

    Fonte Instagram Fapeam
        Em 2019, o programa centelha divulgou edital (N°011/2019) que faz parte do Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores (Centelha-AM), onde consistiu em diversas etapas como: a seleção, orientação e capacitação, o Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). 

     

    Elaine Pires (CEO APP MARAI)
     fonte: Instagram Fapeam

    A idealizadora/Fundadora (Elaine Pires) do aplicativo Marai, então submeteu um projeto com sua equipe, com titulo "Desenvolvimento de adaptador de sensores para o app Marai", on
    de participou de todas etapas, foram 964 ideias inovadoras submetidas e ao final foram aprovados 50 propostas, o resultado final saiu em 2020, no qual o projeto ficou classificado. 


    Informações sobre o Programa Centelha:

    Realizado em 21 estados, no Amazonas a iniciativa é executada pela Fapeam, sendo promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e operada pela Fundação Certi.


    Acompanhe as próximas novidades desse projeto, nas nossas redes sociais  (instagram e facebook) e aqui no site.


    Aprovação do Projeto Desenvolvimento de adaptador de sensores para o app Marai no Programa Centelha

    Postado As:  terça-feira, dezembro 15, 2020  |  Em:    |  Mais informações »

    Fonte Instagram Fapeam
        Em 2019, o programa centelha divulgou edital (N°011/2019) que faz parte do Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores (Centelha-AM), onde consistiu em diversas etapas como: a seleção, orientação e capacitação, o Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). 

     

    Elaine Pires (CEO APP MARAI)
     fonte: Instagram Fapeam

    A idealizadora/Fundadora (Elaine Pires) do aplicativo Marai, então submeteu um projeto com sua equipe, com titulo "Desenvolvimento de adaptador de sensores para o app Marai", on
    de participou de todas etapas, foram 964 ideias inovadoras submetidas e ao final foram aprovados 50 propostas, o resultado final saiu em 2020, no qual o projeto ficou classificado. 


    Informações sobre o Programa Centelha:

    Realizado em 21 estados, no Amazonas a iniciativa é executada pela Fapeam, sendo promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e operada pela Fundação Certi.


    Acompanhe as próximas novidades desse projeto, nas nossas redes sociais  (instagram e facebook) e aqui no site.


    quinta-feira, 15 de agosto de 2019


     A palestra foi no dia 14 de agosto as 10 hrs no auditório do Bosque da Ciência, localizado na Rua Bem-vi, s/nº, bairro Petrópolis Manaus. O publico presente era estudantes de diversos níveis, membros de ONGs, gestores públicos, pesquisadores, professores, líderes comunitários, produtores rurais e interessados.

    Na palestra foi abordado sobre a situação hídrica da cidade de Manaus, a legislação PNRH, a pesquisa desenvolvida do protocolo de avaliação rápida ambiental de igarapé,  e o insight do aplicativo MARAI. Ao final da palestra o publico presente foi convidado a usar o aplicativo "avaliar o lago Amazônico no bosque da ciência". 

    VIII Workshop de Tecnologia do INPA contou com outras palestras, mini-cursos e oficinas (programação) por parceiros do Inpa, Embrapa, Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e Universidade Federal do Amazonas (Ufam).


    Público usando o aplicativo no Lago Amazônico.

    Palestra: Tecnologia Social em águas superficiais - VIII Workshop de Tecnologia do INPA

    Postado As:  quinta-feira, agosto 15, 2019  |  Em:    |  Mais informações »


     A palestra foi no dia 14 de agosto as 10 hrs no auditório do Bosque da Ciência, localizado na Rua Bem-vi, s/nº, bairro Petrópolis Manaus. O publico presente era estudantes de diversos níveis, membros de ONGs, gestores públicos, pesquisadores, professores, líderes comunitários, produtores rurais e interessados.

    Na palestra foi abordado sobre a situação hídrica da cidade de Manaus, a legislação PNRH, a pesquisa desenvolvida do protocolo de avaliação rápida ambiental de igarapé,  e o insight do aplicativo MARAI. Ao final da palestra o publico presente foi convidado a usar o aplicativo "avaliar o lago Amazônico no bosque da ciência". 

    VIII Workshop de Tecnologia do INPA contou com outras palestras, mini-cursos e oficinas (programação) por parceiros do Inpa, Embrapa, Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e Universidade Federal do Amazonas (Ufam).


    Público usando o aplicativo no Lago Amazônico.

    quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

    Nova versão do Aplicativo Marai já está disponível, na  atualização foram realizadas mudanças no layout e correções de bugs. 


    "O aplicativo é uma tecnologia social  que permitirá que a população possa realizar um diagnostico pré-liminar e ao mesmo tempo monitorar os igarapés em apenas alguns minutos o resultado será exibido na tela do celular. Além da população, os professores do Ensino Fundamental e Médio poderão utilizar o app como atividades interdisciplinar de campo aos seus alunos e simultaneamente promovendo a Educação Ambiental e com isso desenvolvendo a conscientização da comunidade em geral para preservação dos mananciais (igarapés, rios, lagos e nascentes)".



    1) População no geral, a opção e Acesso => Básico
    2)  Profissionais a opção e Acesso => Avançado.






     Baixe já  Aplicativo Marai  👆(para Android) e para iOS Aqui

                               Site Oficial do Aplicativo Marai

    Nova versão do App Marai, Baixe JÁ !!!!

    Postado As:  quinta-feira, dezembro 13, 2018  |  Em:  Protocolo  |  Mais informações »

    Nova versão do Aplicativo Marai já está disponível, na  atualização foram realizadas mudanças no layout e correções de bugs. 


    "O aplicativo é uma tecnologia social  que permitirá que a população possa realizar um diagnostico pré-liminar e ao mesmo tempo monitorar os igarapés em apenas alguns minutos o resultado será exibido na tela do celular. Além da população, os professores do Ensino Fundamental e Médio poderão utilizar o app como atividades interdisciplinar de campo aos seus alunos e simultaneamente promovendo a Educação Ambiental e com isso desenvolvendo a conscientização da comunidade em geral para preservação dos mananciais (igarapés, rios, lagos e nascentes)".



    1) População no geral, a opção e Acesso => Básico
    2)  Profissionais a opção e Acesso => Avançado.






     Baixe já  Aplicativo Marai  👆(para Android) e para iOS Aqui

                               Site Oficial do Aplicativo Marai

    Canal do Youtube

    Formulário de contato

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *

    Total de visualizações

    Elaine Freitas. Tecnologia do Blogger.
    Parcerias-Ajuda-Contato
    Copyright © 2013 Traduzido Por: Protocolo Marai by BloggerTheme9
    Proudly Powered by Blogger.
    back to top